Quinta, 22 de Outubro de 2020
34 9 9697-4985
Anúncio
Cidades Tribunal do Crime

Operação prende sete por envolvimento com facção criminosa nesta manhã

.

25/09/2020 09h19
343
Por: Redacao Fonte: JM Online
JM Online
JM Online

 

Investigações apontam que os envolvidos têm ligação com facção criminosa atuante em Uberaba 

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado – Gaeco Regional de Uberaba/MG deflagrou na manhã de hoje a Operação “CAECUS”. Foram cumpridos sete mandados de prisão, sendo seis em Uberaba e um em Campo Florido e onze mandados de busca e apreensão, sendo oito em Uberaba, um em Uberlândia e dois em Campo Florido.

Os Mandados de Prisão e de Busca e Apreensão foram expedidos pelo juiz da 3ª Vara Criminal da Comarca de Uberaba/MG, juiz Stefano Renato Raymundo.

Segundo informações repassadas à imprensa, a operação teve como objeto o acompanhamento de uma organização criminosa de atuação nacional, no que tange a ocorrências de “tribunal do crime” em Uberaba, onde integrantes do grupo passavam a realizar “julgamentos” a seus membros ou pessoas imbuídas nas comunidades de atuação da Organização Criminosa (ORCRIM), que, segundo ideologia criminosa própria, estavam em desacordo com normas disciplinares impostas pelo grupo.

O Gaeco explica que, historicamente, a ORCRIM institui setores responsáveis por planejamentos de atentados contra agentes de segurança pública e autoridades. “Segundo apurado, no “pacote” das ações disciplinares, estavam contidas associação criminosa, agressão, tortura, sequestro e cárcere privado com o aval da orcrim, através do “quadro disciplinar” da “regional 34”, contemplando criminosos de Uberaba e Uberlândia, ignorando preceitos legais. Tais práticas têm provocado tensões, ameaças e conflitos nas comunidades carentes locais, e, consequentemente, perante agentes de segurança pública e autoridades”.

O conceito da operação faz alusão à palavra latina caecus, que significa cego, uma analogia ao Item 18 da “Cartilha de Condução” (item reprovável) normatizada pela ORCRIM, a qual denomina-se “falta de visão”, quando o integrante do grupo não tem a real dimensão das consequências que suas atitudes podem acarretar, seja para o grupo criminoso, para si ou para terceiros, o que, em contrapartida, não passou despercebido ou foi negligenciado pelas autoridades engajadas nesta operação.

A operação foi realizada pelo Gaeco e a Polícia Civil de Uberaba/MG, através da Delegacia Antidrogas, com o apoio da 5ª Região da Polícia Militar, por intermédio do 4º Batalhão de Polícia Militar e 67º Batalhão de Polícia Militar; Gaeco de Uberlândia/MG; 9ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais, por intermédio da 9ª Companhia Independente de Policiamento Especializado e Departamento Penitenciário de Minas Gerais – DEPEN-MG.

https://jmonline.com.br/novo/?noticias,5,POL%C3%8DCIA,202248

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Iturama - MG
Atualizado às 08h53 - Fonte: Climatempo
24°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 32°

24° Sensação
15.3 km/h Vento
53.5% Umidade do ar
67% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (23/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sábado (24/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens e chuva
Mais lidas
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias