Segunda, 17 de fevereiro de 2020
34 9 9697-4985
Geral

02/01/2020 às 18h31

96

Redacao

Iturama / MG

Uberlândia: Mais de dois mil detentos apresentam sintomas de intoxicação em Presídio
.
Uberlândia: Mais de dois mil detentos apresentam sintomas de intoxicação em Presídio
Internet

Segundo a Sejusp, presos tiveram diarreia; vigilância Sanitária e juiz corregedor acompanham situação


Mais de dois mil presos do Presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia apresentaram sintomas de intoxicação alimentar a partir deste domingo (29). A informação é do juiz da Vara de Execuções Penais de Uberlândia, Lourenço Migliorini. O juiz acompanhou a situação na unidade nesta segunda-feira (30).


Equipes da Vigilância Sanitária também estiveram no local para coletar dados e apresentar um relatório técnico. Profissionais da Secretaria Municipal de Saúde foram ao presídio para fazer atendimento.


Segundo o juiz corregedor, 2.068 detentos registraram sintomas e foram medicados. O número equivale a mais de 90% dos presos da unidade. Conforme o magistrado, todos estão sendo submetidos a exames para comprovar se foram intoxicados.


A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) confirmou a possibilidade de surto de diarreia, mas não apontou se o problema foi na comida da unidade. Nesta segunda, a Sejusp disse que não iria informar a quantidade de presos que apresentou os sintomas. Nesta segunda-feira (30) foi feita coleta de água da unidade que será encaminhada para passar por análise.


Secretaria de Saúde


A Prefeitura confirmou que a Vigilância Sanitária acompanha o caso e que vai produzir relatório técnico para a diretoria e demais órgãos. “A Secretaria Municipal de Saúde informa que possui uma parceria firmada com o Estado para oferecer atenção primária dentro do sistema prisional, com profissionais de apoio nas duas unidades prisionais. Todas as situações encontradas pelas equipes de Saúde do município desde o último domingo (29) estão sendo descritas em relatório técnico, que será entregue à diretoria da unidade prisional e demais órgãos competentes”.


*Com informações do G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium