Terça, 15 de outubro de 2019
34 9 9697-4985
Política

29/08/2019 às 08h15 - atualizada em 09/09/2019 às 17h19

637

Redacao

Iturama / MG

ARSAE determina que COPASA devolva cerca de 10 milhões de reais de cobranças indevidas aos usuários de Iturama
A Companhia devera conceder desconto na conta até que valor total cobrado indevidamente de cada morador seja devolvido.
ARSAE determina que COPASA  devolva cerca de 10 milhões de reais de cobranças indevidas aos usuários de Iturama

Os referidos valores já estão sendo abatidos nas contas dos usuários. Alguns moradores já receberam a conta do mês zerada.


O valor total a ser restituído para cada morador poderá ser consultado no escritório da COPASA que se localiza a Rua Pirajuba, nº 511.


Depois de 2 anos e 5 meses de luta da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COPASA, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais foi condenada a devolver cerca de 10 milhões de reais de valores cobrados indevidamente de seus usuários.


A CPI foi instaurada em Iturama em 30 de março de 2017 , e tem como Presidente vereador Carlito, vice-presidente vereador Paulinho Dias e relator vereador Fabrício Amaral, todos apoiados pelos demais vereadores da câmara.


Conforme aponta relatório da ARSAE (Agência Reguladora de Abastecimento de Água e de Esgoto Sanitário de Minas Gerais), a COPASA esta expressamente proibida de realizar cobranças da Modalidade de Esgotamento Dinâmico com coleta no período de janeiro de 2017 até que seja regularizado alguns itens que estão fora da conformidade.


A fiscalização rendeu quatro relatórios e em todos eles foram citam a participação do vereadores da CPI da COPASA.




Os vereadores resolveram tomar tal providencia após inúmeras reclamações da população entre elas: água entregue em más condições de uso, com odor e aparência de leite, desabastecimento constante , o não tratamento do esgoto e prejuízos ao meio ambiente, pois em diversas áreas foram identificado alto índice de poluição ambiental.


Os vereadores travaram uma verdadeira batalha; levaram o caso ao conhecimento da Prefeitura, Arsae-MG, Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Ministério Público Federal (MPF) e até a Assembléia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e ao Congresso Nacional foram em busca de apoio.


Em setembro de 2017 a CPI já havia concluído que a prefeitura deveria rescindir contrato com a COPASA. Na tarde desta quarta-feira (28) o prefeito Anderson Golfão deu sinal positivo de apoio aos vereadores e emitiu a seguinte nota:"Neste momento estamos na câmara municipal no gabinete do vereador Paulinho Dias onde acabei deixar a minuta do projeto de lei para criação da empresa pública de saneamento e água e esgoto de Iturama, temos a aprovação dos vereadores já confirmado, Zé Gordo, Adebaldo, Sérgio Bento, Tião Tiago, Chico Candinho, Renato Reis, Batore , Tulio Lanches, Fabrício Amaral, Carlito, Paulinho Dias.  #VamosTirarCopasa chega de taxas abusivas", disse Golfão  

FONTE: Diário do Triângulo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium