Terça, 19 de fevereiro de 2019
34 9 9697-4985
Brasil

11/02/2019 às 13h59 - atualizada em 11/02/2019 às 14h09

44

Redacao

Iturama / MG

Comandantes da PM entre eles o de Iturama participam de reunião na 5ª RISP em Uberaba
Os militares discutiram o desempenho operacional nas mais de 30 cidades que pertencem à 5ª RPM
Comandantes da PM entre eles o de Iturama participam de reunião na 5ª RISP em Uberaba

Os comandantes de Uberaba, Iturama, Frutal e Araxá se reuniram na manhã desta segunda-feira (11), na sede da 5ª Região Integrada de Segurança Pública, para discutir o desempenho operacional nas mais de 30 cidades que pertencem à 5ª Região de Polícia Militar (5ª RPM).


Esse ano, para fortalecer as ações, a Polícia Militar (PM) na região vai apostar em tecnologia.


"Apostamos muito na tecnologia; tanto o OCR, que é o leitor ótico de caracteres e a tecnologia embarcada nas viaturas. E também trabalhar na questão da comunicação. Hoje, já temos Uberaba digitalizada e o objetivo é digitalizar todo o Triângulo e Alto Paranaíba", disse o comandante da 5ª RPM em Uberaba, o coronel Lupércio Peres.


Ainda segundo o comando da 5ª RPM, o recurso de R$ 15 milhões está garantido pelo Governo Federal. Agora, o que falta é dar continuidade ao processo licitatório para digitalização do sistema da PM no restante do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.


"É um trabalho burocrático para poder colocar isso em prática. Mas estamos avançados e fizemos todo o estudo do projeto, que já está praticamente pronto. Estamos buscando fazer essa instalação para que, num curto prazo, a gente consiga efetivar e dar mais uma ferramenta para que os policiais militares possam prestar o seu serviço com melhor qualidade", afirmou Peres.


O comandante do 37º Batalhão da PM de Araxá, o coronel Fernando Reis, afirmou que o desafio é diminuir o número de crimes violentos que ocorre em áreas próximas às rodovias.


"Para que isso seja potencializado e realizado, nós temos buscado as parcerias. Operações conjuntas como outros órgãos, como, por exemplo, a Polícia Rodoviária Federal; operações envolvendo a Polícia Rodoviária Estadual, envolvendo a Polícia Militar de Meio Ambiente. Tudo isso para a gente poder controlar os crimes que se manifestam nessas localidades", ressaltou Reis.


Há três anos consecutivos, Iturama e as outras quatro cidades que fazem parte do comando apresentam resultados positivos na redução da criminalidade, conforme apresentado durante a reunião. Em 2015, foram registrados 208 crimes violentos; em 2016, foram 193; em 2017, o número baixou para 166; e, em 2018, foram 113 registros.


"A gente sabe que, muitas vezes, a marginalidade não tem fronteiras. Então, vem indivíduos do estado de São Paulo para Minas e vice-versa; Mato Grosso do Sul e Goiás. E realmente é importante essa troca de informações para que possamos estabelecer padrões e trabalhar em cima com as nossas ações e operações, buscando a redução da criminalidade – o que já ocorre há três anos", disse o major Magno Cipriano, comandante da 3º Companhia de Polícia Militar Independente de Iturama.


Em Frutal, o comando pretende integrar o trabalho com as polícias de cidades vizinhas para reforçar a fiscalização de fronteiras.


"Nessa divisa, onde o maior problema são as quadrilhas, que geralmente são de São Paulo, que vem atacar as nossas cidades. Inclusive, no ano passado, mais precisamente no dia 8 de novembro, uma quadrilha de Franca (SP) entrou em Frutal para tentar explodir caixas eletrônicos e a Polícia Militar teve êxito com a prisão de quatro pessoas e dois meliantes faleceram na troca de tiros. Além desas nossas dificuldades com as quadrilhas de São Paulo, temos também, por Frutal, a principal rota do tráfico de drogas que vem do Mato Grosso e do Paraguai. Então, diante disso, há muitas operações realizadas e por isso temos essas reuniões para que possamos nos organizar estrategicamente para combater a criminalidade na nossa região", comentou o major Ivanildo Gomes, comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar Independente de Frutal. 


FONTE: G1 Triangulo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium